A formação do músico católico é fundamental e a pedra principal é sua obediência e concordância litúrgica.
CASO O PLAYER DE ÁUDIO NÃO CARREGUE, ATUALIZE O NAVEGADOR ATÉ QUE SEJA ATIVADO O botão "PLAY".

segunda-feira, 8 de setembro de 2014

Como escolher Músicas para Missa com base no ensino 79 da CNBB e no Missal Romano - ACOLHIDA DA BÍBLIA

Acolhida da Bíblia
Canto Suplementar: Esta categoria inclui cantos para os quais não há textos específicos previstos. A rigor, são elementos facultativos da celebração, e nem precisam ser falados ou cantados.

O Canto de acolhida do Livro das Sagradas Escrituras


Função: Este canto, bastante usado nas comunidades, provoca atitude de 
alerta e exultação no momento em que o Livro Sagrado é introduzido solenemente na assembléia.

Significado Litúrgico: Na Missa celebramos a Palavra e a Eucaristia. A Palavra é a Bíblia: revelação do amor de Deus, fonte de salvação, o Verbo de Deus que, na liturgia eucarística, tornar-se-á carne que habitará entre nós (ler o capítulo 1º e 6º do evangelho de João). Portanto, a Palavra é o próprio Deus que se revela ao homem, e é por isso que a aclamamos de todo coração e de toda alma.

Podemos dizer que este canto não faz parte “oficialmente” da liturgia, sendo portanto falcultativo, não devendo ser regra constante, apenas em ocasiões excepcionais. Geralmente é usado em Missas Solenes, ficando a critério do grupo de liturgia e do pároco.

Deve aclamar a chegada da palavra de Deus, a qual deve ser trazida em procissão, devendo ser usada a própria Bíblia, ou o Lecionário ou o Evangeliário.

Deve despertar e alertar a assembléia no momento em que o Livro Sagrado é trazido em procissão, criando o desejo de escutar a Palavra de Deus.

Forma:
  • Em certas oportunidades, refrãos (mantras) curtos e caráter meditativo, que favoreçam a interiorização e o silêncio necessários para a escuta da Palavra.
  • Em outras oportunidades mais solenes e festivas, refrãos animados, que provoquem a alegria da assembléia ao receber seu tesouro mais precioso, como aconteceu com o Povo de Deus nos tempos de Esdras (Ne 8, 5-6. 18).
  • Em todo caso, o canto do "Aleluia", com seu versículo extraído do Evangelho, seja reservado para o momento de aclamação solene e festiva do Evangelho. 
Dicas:
  • Deve aclamar a chegada da palavra de Deus, a qual deve ser trazida em procissão, devendo ser usada a própria Bíblia, ou o Lecionário ou o Evangeliário.
  • É um canto de estilo livre podendo se festivo ou meditativo com a finalidade de despertar e alertar a assembléia, no momento em que o Livro Sagrado é trazido em procissão, criando o desejo de escutar a Palavra de Deus.
  • Embora não esteja previsto na liturgia, ganhou espaço pelo uso nas nossas comunidades. Sendo assim, nada o impede.
Este canto acompanha o rito da procissão da Bíblia e, por isso, deve ser encerrado ao término desta procissão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...