A formação do músico católico é fundamental e a pedra principal é sua obediência e concordância litúrgica.
CASO O PLAYER DE ÁUDIO NÃO CARREGUE, ATUALIZE O NAVEGADOR ATÉ QUE SEJA ATIVADO O botão "PLAY".

sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Como escolher Músicas para Missa com base no ensino 79 da CNBB e no Missal Romano - SANTO

Santo
As aclamações: Em cada celebração eucarística, cinco aclamações, necessariamente, devem ser cantadas, mesmo naquelas celebrações em que nenhuma outra parte for cantada: o "Aleluia", o "Santo", a Aclamação Memorial (logo após a narrativa da Instituição da Eucaristia), o grande "Amém" (após a doxologia final) e o "Vosso é o Reino..." (após o embolismo que se segue ao Pai-nosso). Na Celebração Dominical da Palavra, três destas aclamações não podem faltar: o "Aleluia", antes do Evangelho, o "Santo", após o canto da "louvação", e o "Vosso é o Reino", após o Pai-nosso.

O "Santo"

Função: Para concluir o Prefácio da Oração Eucarística ou então para cantar o louvor de Deus na Celebração da Palavra, o povo todo aclama o Senhor com as palavras que Isaías ouviu os Serafins cantarem no Templo, na sua visão (Is 6,3 e Mt 21,9).

Significado Litúrgico: É a aclamação pela qual toda a assembléia, unindo-se aos espíritos celestes, louva a Deus, 3 vezes santo, pois Deus é o Santo dos santos.

Forma:
  • O ideal seria se o "Santo" estivesse no mesmo tom em que o Prefácio foi cantado.
  • Por este canto pertencer à comunidade toda, eventuais arranjos de vozes para o coro nunca impeçam a participação do povo, mas antes a favoreçam e a reforcem.
  • Recomenda-se que o canto se atenha à própria aclamação, sem se introduzir alterações no texto, mediante paráfrases.
Dicas:
  • Devemos evitar usar como o "Santo" músicas como; "Eu celebrarei"; "Hosana"; "Santo dos Anjos"; "Santo é Senhor Javé". Estas músicas podem ser usadas em outros momentos da Santa Missa mas não como o "Sanctus". Este canto deve ser a orção do Santo: "Santo, Santo, Santo, Senhor Deus do universo, o Céus e Terra proclamam vossa glória Hosana nas Alturas, bendito o que vem em nome do Senhor Hosana nas Alturas".
  • Pode-se repetir o "Santo, Santo, Santo" no final da música tal como o "Hosana nas Alturas".
  • Algumas vezes, se faz necessário a inclusão ou exclusão de palavras, em músicas em que a letra  não é totalmente fiel à oração do "Sanctus".
Este canto é o próprio rito de aclamação do Santo e deve ser cantado integralmente.

Por isso, para que um canto seja considerado canto de santo, ele deve obrigatoriamente conter todas as palavras da oração recitada, ou seja: SANTO, SANTO, SANTO (ou seja 3 vezes santo) + BENDITO O QUE VEM EM NOME DO SENHOR + HOSANA NAS ALTURAS.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...